Toma remédio para impotência só para garantir? Conheça os riscos – Vip

Toma remédio para impotência só para garantir? Conheça os riscos – Vip
Ana Canosa

Revista Vip

Em pesquisa sobre sexo, 45% dos homens já falharam na ereção. Com a popularidade das pílulas, muitos jovens as usam apenas para prevenir ou impressionar

São muitos os indicativos de que a disfunção erétil atormenta a população masculina. Em uma pesquisa sobre a vida sexual do brasileiro, 45% dos homens relataram falha na ereção.

Com a popularidade dos medicamentos orais para esse problema, as causas que provocam a disfunção são minimizadas. Só que muitos jovens usam esses remédios para “prevenir”, “impressionar”.

Alguns tomam para “finalizar”, depois que enchem a cara de álcool e drogas psicoativas, tipo ecstasy. A questão é que o remédio vira muleta, e o sujeito se sente inseguro de ter uma relação sexual sem antes ingeri-lo.

Aqui vão algumas dicas para que você não caia nessa.

Mexa-se

Estão entre os principais causadores de disfunção erétil problemas como hipertensão arterial, colesterol alto e doenças do coração e renais. É imprescindível controlar o diabetes.

Medicamentos também podem interferir, assim como abuso de álcool, tabagismo e uso de drogas e anabolizantes. Para evitar aborrecimentos, faça exercícios físicos sempre, coma moderadamente e controle o peso.

Realize check-ups anuais e evite chegar no pico do estresse. Teve um sinalzinho de depressão? Já para o médico.

Aumente a autoestima

Um grande problema para o desempenho sexual é o medo dele. Quanto mais se credita ao pênis e à penetração a importância de tudo em uma relação sexual, mais chance você tem de, por ansiedade e medo de falhar, acabar falhando.

Sem contar a insatisfação com o tamanho do pênis ou com seu corpo. Se sua visão de si mesmo não anda favorável, consulte um psicoterapeuta.

Treine

Em tempos de sexo com preservativo, pode ser interessante treinar para acostumar-se com aquela paradinha obrigatória para a colocação da camisinha. Faça isso durante a masturbação.

Aceite

Todos estamos fadados a perder o tesão de vez em quando. As mulheres têm constantes interferências mentais e perdem o fio da meada no meio da relação, do tipo: “Putz, tenho tanto para fazer amanhã”.

Portanto, grande parte delas vai entender se você perder a ereção porque teve um dia difícil, ou está atravessando uma fase cruel. Não insista e não se preocupe.

A maioria dos insucessos decorrentes de uma primeira broxada é causada por medo de que isso aconteça de novo.

Para ser considerado um sujeito com disfunção erétil, você tem de estar ao menos seis meses com o problema.

* Ana Canosa é psicóloga clínica, educadora e terapeuta sexual, e acredita que os homens se cobram muito em seu desempenho sexual, o que pode provocar disfunções por excesso de crítica.

Fonte: https://vip.abril.com.br/colunistas/toma-remedio-para-impotencia-so-para-garantir-conheca-os-riscos/