Quais são as principais mudanças na vida sexual?

É possível manter a chama acesa na maturidade, desde que entendam que a resposta sexual é mais lenta, diferente. O desejo muda, a excitação leva um tempo maior e há homens com problemas de ejaculação precoce, disfunção erétil e mulheres com pouca lubrificação. Mas, como os idosos geralmente têm mais tempo, podem se dedicar ao sexo como nunca fizeram antes.

O desejo sexual permanece?

Sim. O interesse sexual não está atrelado à idade. A chegada dos anos traz algumas modificações no organismo, como dificuldade de manter a ereção e menos lubrificação, entre outros problemas. Mas não devem ser encarados como impedimentos para manter a vida sexual ativa. O uso de medicação para ereção e para manutenção das taxas hormonais, desde que indicados por médicos, podem ajudar homens e mulheres a manterem boa resposta sexual. Também é importante ter criatividade.

Quais os benefícios do sexo na terceira idade?

São todos os benefícios obtidos durante a vida inteira: melhoria dos batimentos cardíacos, ativação da circulação sanguínea, rejuvenescimento da pele, elevação do humor etc. Um dos maiores benefícios na terceira idade é a manutenção da auto-estima. Os idosos ficam mais confiantes e vaidosos.

Quais as consequências da menopausa e andropausa na vida sexual?

O organismo do idoso passa por uma série de alterações fisiológicas que, consequentemente, têm interferência direta na produção dos hormônios. O ideal é que essa fase da vida seja acompanhada por um profissional. Mas nada impedirá a vida sexual, desde que respeitadas as limitações.