Qual o momento certo de contar para a família?

Não existe a hora certa. O importante é ter certeza da orientação sexual e levar segurança para o diálogo. Cada um conhece muito bem a família no qual está inserido. É preciso estar preparado para a reação dos pais. Um profissional pode ajudar o homossexual a lidar melhor com essa questão.

Ter atração por indivíduos do mesmo sexo significa homossexualidade?

É comum, durante a vida, as pessoas terem algum tipo de comportamento homoerótico, ou seja, uma relação erotizada com alguém do mesmo sexo. A homossexualidade está ligada ao desejo constante em relação a pessoas do mesmo sexo.

Homossexual é o mesmo que travesti ou transexual?

Não. Uma pessoa homossexual é aquela que tem desejo por outras do mesmo sexo. O que caracteriza um travesti é o fato de gostar  de se vestir como uma pessoa do outro sexo, podendo ser heterossexual ou homossexual. Já o transexual é uma pessoa que nasce macho ou fêmea, mas sente-se pertencendo ao outro sexo, nunca aceitando sua condição biológica. Seu corpo é de um jeito, sua “alma” do oposto.

Quais as consequências da homossexualidade reprimida?

Sentimento constante de “falsa identidade”, tensão interna, baixa auto-estima, culpa, sofrimento. A não aceitação tira o indivíduo de seu equilíbrio emocional, fazendo com que ele projete a felicidade em um estado que nunca possa atingir, gerando frustração a todo instante.