Psicóloga clínica, terapeuta sexual e educadora sexual

Variação de posições sexuais durante a transa

por Ana Canosa

 

A edição de abril da revista Women’s Health trouxe uma reportagem sobre posições sexuais muito interessante, escrita pela simpática jornalista Gislene Vieira Pereira. Durante a conversa que tivemos sobre o tema, a jornalista me perguntou se havia alguma pesquisa que revelasse quantas posições sexuais, em média os brasileiros faziam na cama a cada transa. Não tinha a mínima idéia! Vasculhei rapidamente a minha memória para tentar achar algum dado escondido sobre o assunto, mas nada. Então, óbviamente pensei em quantas fazemos eu e meu marido, em dias animadinhos e em dias de sexo ‘bate-cartão’. Passei então a lembrar do relato dos meus pacientes e constatei: essa é uma pergunta que eu não faço durante a terapia sexual. Arrisquei uma média de “(…) 3 posições durante a penetração, mais que isso vira aeróbica”. Eu fiz a seguinte conta: Primeiro rolam as preliminares e se tudo for bem o sexo oral, que já vai fazer um bom aquecimento. Daí, lembrando que a média de tempo de uma relação sexual, à partir da penetração (esse dado eu lembrei!!) é de míseros 7 minutos (e a gente achando que dura 20!! rsrsrs), 3 posições estão de bom tamanho. Pois, além do cansaço que pode dar, há uma questão importante: de uma variação a outra a gente acaba achando aquela que mais oferece prazer e daí a resistência para mudar é enorme! Quer coisa mais chata que alguém tirar você daquele momentinho que estava tão gostosinho?? Bem, a Gislene teve a grande idéia de fazer uma enquete sobre o assunto no site da Revista e vejam os números que obteve:

Total de votos – 714                    

A) Mais de três. Gostamos de testar um pouco de tudo:  36.55%(261)                                                                                                                                                                                                                                                                    B) Duas. Uma mais básica, como papai e mamãe, e outra mais ousada, como a de quatro 25.07%  (179)                                                                                                                                                                   C) Até três. Mais do que isso vira ginástica:  34.45% (246)                                                                                                                                                                                                  D) Apenas uma, aquela em que ambos gozam mais rápido: 3.92% (28)     

Embora a opção mais de três posições tenha alcançado a maior porcentagem, a soma das outras três opções (Apenas uma + Duas + Até três) é a expressiva maioria! Conclusão para essa inquietação: pelo jeito aqui se aplica a expressão menos é mais!    

A matéria Múltipla escolha sobre posições sexuais está publicada na revista Women’s Health de abril 2012, nas pags 84-87. Parte dela está publicada no site: http://revistawomenshealth.abril.com.br/edicoes/42/sexo/promova-mudancas-posicoes-sexuais-tenha-orgasmos-intensos-682934.shtml

 

 

 

 


Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

São Paulo - SP | +55 (11) 5589-1491 / 5589-4018